Educação a Distância
Cursos 24 Horas - Cursos 100% Online com Certificado

Faça a sua Pesquisa:

3 de mar de 2008

Teatro de Páscoa





















Teatro de fantoches para Páscoa

Bonecos: coelho. ovelha (e menino ou menina, caso queira colocar o boneco ao invés do professor)

Narrador: Professor ou professora que conversa com os bonecos

Objetivo: Mostrar o verdadeiro sentido da Páscoa

Versículo: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo” João 1: 29

Vamos proclamar ao mundo inteiro!

O professor ( ou fantoche de criança) entra, cumprimenta as crianças e enquanto fala entra o coelho entra cantando alguma música de páscoa, por exemplo: coelhinho da páscoa que trazes...

O professor vê o coelho e fala com ele:

Professor :Olá, coelhinho. Como vai?

Coelho: Estou super feliz.

Professor: É estou vendo! Mas por que essa alegria toda?

Coelho: Ué, tio. Só você que não sabe?

Professor: O que eu não sei?

Coelho: Que está chegando o grande dia! O mais importante dia do ano.

Professor: Ah! Você deve estar querendo dizer que vai ser o seu aniversário.

Coelho: Não, não. É melhor que isso.

Professor: Melhor que isso?

Coelho: É o dia mundial dos coelhos.

Professor: Eu não sabia que existia isso!

Coelho: É professor! É a páscoa!

Professor: Ah., bem. Então acho que você é que está enganado.

Coelho: Enganado, eu? Por quê?

Professor: Sabe, você precisa saber o que é de verdade a páscoa. Os coelhos são mesmo animais muito lindos...

Coelho: Obrigado. Você tem razão.

Professor: É verdade. Mas as pessoas inventaram essa história de coelhos e chocolate para que pudessem vender bastante na festa da páscoa.

Coelho: Epa! Que tem os meus ovos haver com isso?

Professor: Coelho, veja bem: Você, ou a dona coelha, botam ovos?

Coelho: Não. Mas são ovos especiais de chocolate.

Professor: Tudo bem. Vocês botam ovos de chocolate?

Coelho: Não.

Professor: Coelho, não fique triste. Podemos gostar de coelhos e até de comer chocolate. Mas é muito bom quando sabemos a verdadeira história da páscoa.

Coelho: Taí! Isso eu quero saber.

Professor: Há muitos anos atrás o povo de Deus, chamados os israelitas ou hebreus estavam escravizados em um país que não era o deles: o Egito.

Coelho: Ser escravo é muito ruim. Eu nunca quero ser escravo de ninguém.

Professor: Você tem razão. Deus também não quer que soframos como escravos. Por isso Ele enviou um homem chamado Moisés para libertar as pessoas da escravidão.

( Se quiser pode ir mostrando as gravuras da história para as crianças e para o coelho)

Professor: Eram milhares de pessoas escravas ali. Deus mandou 10 pragas terríveis para que Faraó visse poder dEle e libertasse as pessoas.

Coelho: Ei, essa história eu já ouvi. Mas é bom lembrá-la de novo e ver o que isso tem haver com a páscoa.

Professor: Está bem. Quando finalmente Faraó falou que o povo poderia ir embora Deus disse que esse era um dia muito especial e deveriam fazer uma festa. Nesta festa eles já estariam vestidos para a viagem, deveriam comer pães sem fermento, ervas amargas e assar um cordeiro.

Coelho: Isso era a festa?

Professor: Sim. Para eles era uma grande comemoração. Eles ficaram como escravos por 400 anos, e agora estavam livres! Deus disse: Todo ano vocês vão comemorar essa festa que se chama Páscoa.

Coelho: Só não entendi porque cordeiro? Achei que seria coelho.

Professor: Para eles o cordeiro era muito importante. Deus os tinha ensinado, que cada vez que alguém pecasse não poderia se aproximar dEle, pois Ele é Santo e não pode chegar perto do pecado. Era preciso cada matar um cordeiro como se ele morresse no lugar da pessoa levando embora seus pecados.

Coelho: Que difícil. Coitado dos cordeiros.

Professor: Sim. Mas seria pior se cada pessoa morresse quando pecasse!

Coelho: Então essa é a Páscoa?

Professor: Sim , mas existe uma nova páscoa. Muitos anos depois, quando o Filho de Deus, Jesus, veio a esse mundo Ele ensinou uma nova maneira de comemorarmos a Páscoa.

Coelho: O próprio Filho de Deus? Ele nos ensinou outra maneira de festejar a páscoa?

Professor: Outra maneira e outro motivo. Antes era comemorada a festa da Páscoa somente pelos judeus que lembravam que um dia eles tinham sido escravos mas ganharam a liberdade.

Coelho: É mesmo. Livres do Egito.

Professor: Muito bem! A Bíblia nos ensina a comparar o Egito com as coisas deste mundo que nos fazem ficar longe da vontade de Deus. Jesus veio a esse mundo nos libertar do pecado que nos leva a morte. A Bíblia diz que o salário do pecado é a morte, e Deus não quer que sejamos castigados sendo pra sempre escravos do pecado que nos levará a morte.

Coelho: Quer dizer que todas as pessoas são escravas do pecado e um dia poderão morrer e ficar pra sempre sem Deus?

Professor: Isso mesmo! Como você é esperto. Todos somos pecadores, mas Deus nos ama tanto que foi por isso que mandou um Cordeiro especial que pode tirar o pecado de todas as pessoas, em todas as épocas e lugares.

Coelho: Que cordeiro tão poderoso é esse? Espera aí que tenho aqui um amigo que quero que ouça isso.

(Entrar a ovelha, que chega fazendo: Bé, bé. )

Coelho: Veja, professor, tenho um amigo cordeiro. Foi ele o cordeiro especial?

Professor: (Depois de cumprimentar o cordeiro diz) Não. Era preciso que fosse uma pessoa de verdade. Mas uma pessoa que nunca pecou.

Coelho: Isso é impossível!

Ovelha: Bé, bé!

Professor: Você tem razão. Para nós seria impossível. Foi por isso que Jesus veio e se tornou humano como nós. Um Humano que ao mesmo tempo é Deus e que nunca pecou.

Coelho: Viva! Como gosto de finais felizes!

Professor: Sim será feliz, mas lembre-se que era preciso matar o cordeiro.

Coelho: Você quer dizer que ... Ele vai morrer?

Ovelha: Béééé... (tristonho)

Professor: Sim. O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo foi castigado no nosso lugar. As pessoas o sacrificaram numa cruz.

Cordeiro: Por que tinha que ser assim?

Ovelha: Bé?

Professor: A Bíblia diz que “Sem derramamento de sangue não há perdão” (Hb. 9:22 b). Era necessário que fosse assim. Mas não fiquem tristes. Ele ressuscitou depois de 3 dias de estar morto.

Coelho: Ele é mesmo poderoso! Como alguém vence a morte? Só mesmo sendo Deus!

Ovelha: Bé, bé!

Professor: Sabe o que foi isso? A nova Páscoa. Antes de morrer Jesus falou que já não era pra comemorar a libertação do Egito mas sim todos nós devemos comemorar nossa libertação do pecado que nos leva a morte.

Coelho: Essa páscoa é muito melhor! Porque ta todo mundo sendo enganado?

Professor: É que existe o inimigo de Deus que quer que todos esqueçam, ou nem saibam o que é a verdadeira Páscoa.

Coelho: Mas eu também quero ajudar a contar a verdade. Será que todos aqui poderiam ajudar a fazer o mesmo?

Professor: Vocês podem nos ajudar contando a todos sobre a verdadeira Páscoa?

4 comentários:

Patricia disse...

Olá Greice, fiquei muito contente ao ver que vc adicionou o meu blog. Estou precisando trabalhar regrinhas com jogo, vi a sua sugestão da trilha vou adaptá-la e peço sua autorização para depois de pronto o jogo postá-lo no meu blog...claro com os devidos créditos...bjs!!!

Cantinho Alternativo e Lúdico disse...

Olá Patricia, é claro que vc pode usar a sugestão e até adapta-la da maneira que quiser fico muito feliz ao ver que algumas sugestões estão ajudando e aguçando a criatividade de muitas colegas, para confeccioná-la aproveitei dicas maravilhosas da professora Cleusa e é assim mesmos cada um dá seu toque.
Beijos
Greice

Marilda Bernardete disse...

Oi Grace! Amei sua história da páscoa. Vou sugerir que seja trabalhada em minha escola.Parabéns!

Marilda

Anônimo disse...

Olá Gleusa! Adorei sua história da Páscoa e nesse ano iremos dividir os simbolos da páscoa com as turmas da escola e, cada uma deverá apresentar um aos demais colegas e o meu símbolo é o cordeiro. Tenho certeza que depois que eu apresentar essa história a eles ficará muito mais fácil o entendimento desse símbolo e do verdadeiro significado da páscoa.Encontrei seu blog na comunidade sugestões de atividades do orkut e fiquei encantada. Esqueci de pedir, se me permites, gostaria de utilizá-la em minha sala de aula. Desde já agradeço sua colaboração e assim que conseguir montar meu blog e meu ´picasa te mando o endereço. Abraços
Patrícia Longo

Visitas:

Seguidores

Política de privacidade

Este blog pode utilizar cookies e/ou web beacons quando um usuário tem acesso às páginas. Os cookies que podem ser utilizados associam-se (se for o caso) unicamente com o navegador de um determinado computador. Os cookies que são utilizados neste site podem ser instalados pelo mesmo, os quais são originados dos distintos servidores operados por este, ou a partir dos servidores de terceiros que prestam serviços e instalam cookies e/ou web beacons (por exemplo, os cookies que são empregados para prover serviços de publicidade ou certos conteúdos através dos quais o usuário visualiza a publicidade ou conteúdos em tempo pré determinados). O usuário poderá pesquisar o disco rígido de seu computador conforme instruções do próprio navegador.